Mensagem da mamãe

Obrigado por nos visitar e volte sempre!!!

quinta-feira, 22 de julho de 2010

Entrevista com Renato Kaufmann desvenda o lado paterno da gravidez


O Coisas de Mãe Coruja aproveitando o lançamento do livro "Diário de um grávido", hoje na Livraria Cultura, entrevistou o autor do blog homônimo, Renato Kaufmann.

Sobre o autor
Renato Kaufmann - Mestre em Comunicações Interativas pela Universidade de Nova York, com especialização em narrativas, é jornalista e escritor. Escreveu para a Folha de S.Paulo, o Jornal da Tarde e as revistas +Dinheiro, Set e Superinteressante. Foi correspondente internacional do iG, cobrindo cibercultura e biotecnologia, mas sempre preferiu ficção. Além de pai da Lucia e padrastro da Maria, Renato é sócio-fundador da TSI 3D – produtora de animação premiada com dois Cyber-Lions no Festival de Cannes de 2007.

1. Como surgiu a idéia de fazer um blog entitulado “Diário de um grávido”?
Renato Kaufmann- Quando eu recebi a notícia entrei no proverbial pânico, mas ao mesmo tempo achei a loucura do momento muito rica, algo que valia a pena anotar, ao mesmo tempo que escrever é terapêutico. O nome foi o que me pareceu mais apropriado na hora...

2. Você imaginava que o blog tomaria essas proporções?
Renato Kaufmann- Não imaginei, inclusive nem divulguei o blog, era uma coisa pra mim mesmo, mostrei pra família e amigos mais próximos. Algumas pessoas indicaram pra outras e quando eu vi, estava acompanhado por leitores.

3. E como foi a transição das páginas da web para as prateleiras das livrarias? Você já tinha em mente transformar o blog em livro?
Renato Kaufmann- Sempre tive vontade de escrever livros, mas não escrevi o blog pensando nisso. Eu escolhi alguns textos do blog que deveriam estar no livro e a maioria deles foi reescrita. Além disso escrevi bastante coisa nova, mais da metade do livro é totalmente inédita. Acho que tive sorte também de achar uma editora que acreditou no projeto.

4. Você cita bastante a questão do pânico, você acredita que é o sentimento que mais define um pai de primeira viagem?
Renato Kaufmann- O que mais define é a paixão, mas o pânico permeia tudo!

5. No livro um dos motivos de pânico é saber que o bebê seria uma menina, quais as dificuldades em criar uma menina?
Renato Kaufmann- Com o que sei hoje, tenho a impressão que criar uma menina é mais fácil. No aniversário da Maria, (9), achei os meninos uns selvagens!

6. Como é este processo de gravidez paterna, em que momento caiu a ficha de que você seria pai?
Renato Kaufmann- Então, como eu digo no livro, são fichas intermináveis! A notícia, o ultrassom, a primeira roupa, o parto. No homem a gravidez começa como uma idéia que vai sendo interiorizada, na mulher, antes da idéia já tem um feto ali...

7. Durante a gravidez as mulheres ficam mais sensíveis, por causa dos hormonios, como foi pra você lidar com este período emocionalmente conturbado?
Renato Kaufmann- Foi um exercício e um aprendizado de paciência. O homem tem que fazer o possível e o impossível pra ser um porto seguro nesse mar conturbado, mesmo que castigado pelas ondas.

8. A sua mulher, Ana, o que achou do livro e do blog?
Renato Kaufmann- Ela adorou o livro e gosta muito do blog, apesar de discordar no quesito “quantidade de ficção”. Mas melhor perguntar pra ela!

9. No blog, você fala da leitora crítica que é sua enteada, inclusive tem as observações dela sobre o livro. Como é essa relação? Ela tem ciúme da Lúcia?
Renato Kaufmann- Minha relação com a Maria é ótima, a gente se dá muito bem. Padrasto não é pai, ela tem pai e mãe, então é um lugar mais “light”, ainda que tenha seus momentos ásperos. A gente joga videogame juntos. Ela tem um ciuminho da Lucia, natural. A Lucia que tem um ciumão dela! Se a Maria senta no colo da Ana, a Lucia vem tirar na base da bundada.

10. O que mudou na sua vida com a chegada da Lúcia?
Renato Kaufmann- Muito, muito mesmo. Mas principalmente, eu. Eu me tornei uma pessoa da qual eu gosto mais, ainda que uma pessoa muito mais cansada.

11. E agora como é a relação da Lúcia com seus gatos?
Renato Kaufmann- Lucia persegue os pobres pela casa, que começam a fugir cada vez menos. Ela até já de um abraço no mao tse tung, achei que ele ia partir no meio ou partir ela ao meio.

12. Fica aqui um espaço para você vender seu peixe, apresente o livro para quem não conhece
Renato Kaufmann- O Diário de um Grávido é um livro que conta, com humor sincero, cáustico e apaixonado, como é atrapalhada e emocionante a gravidez do ponto de vista masculino e o processo de tornar-se pai. Do pânico da primeira notícia até alguns dias após o nascimento, passando pelo primeiro ultrassom, o sumiço do obstetra, a intrigante placenta, as outras grávidas, hormônios ensandecidos e muito mais, o livro traz uma perspectiva nova sobre um tema praticamente universal.

13. Deixe uma mensagem para os pais de primeira viagem...
Renato Kaufmann- Lembrem que a humanidade sobreviveu até hoje apesar de todos os pais do mundo. Falando nisso, pais de todo mundo, zumbi-vos!

3 comentários:

  1. Amei Luma!
    Eu sigo o Diário de um grávido, iclusive foi lá que encontrei o seu blog,vc estava justamento o convidando para essa entrevista!

    Adorei!!!

    Bjs e Sucesso aos 2.

    ResponderExcluir
  2. “A VITÓRIA PERTENCE AO MAIS PERSEVERANTE..
    “O SUCESSO É A SOMA DE PEQUENOS ESFORÇOS”...

    Parabenizo e homenageio por meio deste o jornalista e escritor RENATO KAUFMANN. Parabéns pelo EXCELENTE TRABLHO, DETERMINAÇÃO, PROFISSIONALISMO E SUCESSO, realizado neste belíssimo trabalho que visa o bem estar em especial da familia. Um brinde pelo SUCESSO! O seu potencial de trabalho é de grande valor para a comunicação brasileira. Receba esta singela homenagem com meus sinceros votos de muitas realizações e planos futuros. Desejo nestas poucas palavras votos de muita SABEDORIA, CONHECIMENTO, ENTENDIMENTO e principalmente DISCERNIMENTO em todos os seus caminhos. Acabei de depositar na sua conta a importância de muitos DIAS, SEMANAS, MESES E ANOS DE FELICIDADE E PROSPERIDADE, SAÚDE, PAZ, AMOR e que Deus estenda às mãos sobre você e toda sua família e acrescente 100 por cento de juros em cima de tudo isso.

    “A MAIOR RECOMPENSA PELO TRABALHO NÃO É O QUE A PESSOA GANHA, MAS O QUE ELA SE TORNA ATRAVÉS DELE.”

    DESEJO SUCESSO!

    PAULINHO SOLUÇÃO
    www.paulinhosolucao.blogspot.com
    paulinhosolucao@gmail.com
    pssolucao@hotmail.com
    Salto/SP

    ResponderExcluir

Não vai sair sem dar pitaco, né?