Mensagem da mamãe

Obrigado por nos visitar e volte sempre!!!

quarta-feira, 31 de março de 2010

Moda gestante


Não é porque você está grávida que vai deixar-se consumir pelo desleixo, muito pelo contrário, aproveite o lado bom que a gestação lhe traz. Existem diversas lojas especializadas em roupas para mamães, nos mais variados estilos, que vão desde os clássicos mamacões até os vestidinhos básicos.

Vista roupas confortáveis e cômodas, apropriadas ao seu estado de gravidez e ao clima. É importante o uso de sutiã, pois as mamas aumentam muito de volume, podendo provocar o aparecimento de dores,nelas e nas costas. Evite saltos altos. Use sapatos confortáveis e de salto baixo para evitar quedas e torções.

Há no comércio faixas de contenção de abdome que são colocadas no baixo ventre(pé da barriga), evitando dores lombares (nos quadris). Não use roupas apetadas, prefira fibras naturais como algodão. As batas são um sucesso entre as futuras mamães.

Cuidados com os dentes deve ser dobrado durante a gravidez


Escove os dentes e as gengivas com a escova de cerdas macias, após as refeições. Aumente a higiene da boca, usando fita ou fio dental após a escovação. Caso você tenha necessidade de tratamento dentário, deve fazê-lo. Nada impede que gestantes tratem dos dentes.

Ao contrário, a má higiene bucal durante a gravidez favorece o aparecimento de cáries, principalmente ao se ingerir muitos doces e refrigerantes. Evite-os. Se precisar de radiografias, comunique ao dentista o seu estado de gravidez e sua barriga será protegida com avental de chubo. Se precisar de anestesia dentária, esta poderá ser realizada. Converse com seu médico a respeito.

terça-feira, 30 de março de 2010

Termina dia 02 o prazo para vacinação das gestantes


Atenção para o fim da segunda etapa de vacinação contra o vírus Influenza H1N1, ou gripe suína(como ficou conhecida), é sexta-feira dia 02 de abril. Portanto se você é gestante não deixe de ir a um dos postos de vacinação e proteger você e seu bebê, aliás se você descobrir a gravidez após o dia 2, procure um posto e vacine-se, este é um direito seu.

Histórico da doença*
Os vírus influenza são compostos de RNA de hélice única, da família dos Ortomixovírus e subdividem-se em três tipos: A, B e C, de acordo com sua diversidade antigênica. Os vírus podem sofrer mutações (transformações em sua estrutura). Os tipos A e B causam maior morbidade (doença) e mortalidade (mortes) que o tipo C.
Geralmente as epidemias e pandemias (epidemia em vários países) estão associadas ao vírus influenza A. As principais características do processo de transmissão da influenza são: alta transmissibilidade, principalmente em relação à influenza A; maior gravidade entre os idosos, as crianças, os imunodeprimidos, os cardiopatas e os pneumopatas; rápida variação antigênica do vírus influenza A, o que favorece a rápida reposição do estoque de susceptíveis na população; apresenta-se como zoonose entre aves selvagens e domésticas, suínos, focas e eqüinos que, desse modo, também constituem-se em reservatórios dos vírus. Outras informações podem ser encontradas no Guia de Vigilância Epidemiológica da Influenza/Ministério da Saúde.

Os sintomas da Gripe, muitas vezes, se assemelham aos do resfriado.
Resfriado: caracteriza-se pela presença de sintomas relacionados ao comprometimento das vias aéreas superiores, como congestão nasal, rinorréia, tosse, rouquidão, febre variável, e menso frequentemente mal-estar, mialgia, cefaléia. O quadro geralmente é brando, de evolução benigna (2 a 4 dias), mas podem ocorrer complicações como otites, sinusites e bronquites, e quadros graves , de acordo com o agente etiológico em questão. Tem como principal agente causal os Rhinovírus (mais de 100 sorotipos), embora também seja comumente causado pelo vírus Parainfluenza, Coronavírus, Vírus Sincicial Respiratório, Adenovírus, Enterovírus.

Há ainda outros agentes infecciosos, que podem causas sintomas respiratórios que simulam o quadro de resfriado, como Clamydia pneumoniae e Mycoplasma pneumoniae, Streptococcus sp. E agravos não infecciosos: uma série de condições apresentam os principais sintomas de resfriado (tosse, congestão nasal, rinorréia, rouquidão e dor de garganta), a saber: a rinite alérgica (mais comum); a polipose nasal, a rinite atrófica, as alterações do septo nasal e a presença de corpo estranho em cavidade nasal.

As primeiras suspeitas de infecção pelo vírus Influenza ocorreram por volta do século V a.C. por Hipócrates, conhecido como pai da medicina, que relatou casos de uma doença respiratória que em algumas semanas matou muitas pessoas e depois desapareceu.
A primeira epidemia de gripe ocorreu em 1889 e 300 mil pessoas morreram, principalmente idosos, em decorrência de complicações, como pneumonia bacteriana secundária. Em 1918, a epidemia conhecida como Gripe Espanhola acometeu cerca de 50% da população mundial e vitimou mais de 40 milhões de pessoas. No Brasil, cerca de 65% da população foi infectada e por volta de 35.240 pessoas morreram.

A gripe asiática, em 1957, se espalhou pelo mundo em seis meses e matou cerca de um milhão de pessoas. A gripe de Hong Kong, em 1968, são as mais recentes e de maior repercussão epidemias relatadas, juntamente com a gripe aviária. Em 2003, um surto da gripe aviária na Ásia levou as autoridades a ordenarem o sacrifício de dezenas de milhões de aves de criação. De lá pra cá a doença atingiu 121 pessoas e matou 62 naquele continente.

Video da Campanha c/ Vanessa Giaccomo: http://www.vacinacaoinfluenza.com.br/site/conteudo/videos.asp?Indice=2

*Fonte: Ministério da Saúde

segunda-feira, 29 de março de 2010

Gravidez, mês a mês: 6° mês


Você pode se sentir incomodada e com dores nas costas, devido ao aumento de peso, principalmente na região do abdômen. Poderá sentir aumento na sensação de coceira e pelo corpo todo. Procure hidratar a pele todos os dias para evitar o ressecamento causado pelo estiramento da pele.

Com aumento de peso do útero e constante prisão de ventre, ocorre uma maior dilatação dos vasos sanguineos e como consequencia, surgem as hemorróidas. As infecções urinárias, cistite, podem ser comuns neste período. Uma boa forma de previnir é ingerir muito liquido, evitar café e bebidas alcoólicas. Agora só faltam 3 meses.

Sintomas e sensações
Permanecem as azias, prisão de ventre, cãimbras, inchaço nos pés e tornozelos, umidade vaginal, dores de cabeça e nas costas, congestão nasal, aumento no apetite, falta de concentração e aumento da frequência cardíaca.
*Dormência na parte baixa do ventre
*Sensação de coceira no abdômen
*Possibilidade de surgir hemorróidas
*Maior estabilidade emocional
*O bebê movimenta-se mais intensamente

O que acontece com o bebê?
O bebê possui os 5 sentidos e reage a estimulos como música, luz etc. Começam os chutes e socos e, é possível ouvir o coração do bebê. Seu bebê começa a engordar e até o final do 6° mês ele poderá ter de 33 a 35cm.

domingo, 28 de março de 2010

Gravidez, mês a mês: 5° mês


Não se sinta feia, lembre-se do milagre de gerar uma vida, mas neste mês aparecem as famosas estrias nos seios, abdômen, pernas ou nos glúteos. Previna-se, evitando o aumento de peso e hidratando o corpo. Como há um aumento no volume de sangue circulando no corpo, podem ocorrer desmaios ou tonturas ao se levantar. Nesse período ocorre inchaço, sensibilidade e às vezes inflamações nas gengivas. Faça a higiene bucal após cada refeição e evite comer doces.

Pode ocorrer também o aparecimento de uma linha escura na região entre a púbis e o estômago e manchas no rosto. Essas manchas desaparecerão após o parto, mais evite tomar sol para não ficarem mais escuras.

Sintomas e sensações
Você continuará sentindo cansaço, sonolência, constante vontade de urinar, azia, prisão de ventre, má digestão, desejos ou repulsa por determinado alimento, adormecimento dos seios, dores de cabeça, aumento do apetite, instabilidade emocional e pigmentação da pele do rosto e do abdômen. Poderá sentir congestão nasal e entupimento do ouvido, aumento da frequência cardíaca, os seios começam a produzir colostro.

O que acontece com o bebê
Serão formados os cílios e as sombrancelhas
Os movimentos do bebê são maiores e já é possível saber o sexo do bebê
Até o final do 5° mês o bebê pode ter 25 cm

sábado, 27 de março de 2010

Gravidez, mês a mês: 4° mês


Nesse período as cãimbras são comuns nos pés, coxas e barriga da perna, isso por falta de cálcio e potássio. É comum também neste período a gestante sentir dor na região lombar pela mobilidade nas articulações da bacia e coluna, para o corpo se ajustar às alterações hormonais e ainda, devido ao aumento do abdômen. Você notará um liquido leitoso sair da vagina, que é normal durante toda a gravidez.

Sintomas e sensações
Você continuará sentindo cansaço, sonolência, constante vontade de urinar, azia, má digestão, desejos ou repulsa por determinado alimento, adormecimento nos seios, prisão de ventre, dores de cabeça, aumento de apetite e instabilidade emocional.
Diminuição das náuseas e salivação
Aumento da umidade vaginal
Inchaço nos tornozelos, pés e algumas vezes mãos
Sensação de estar um pouco atrapalhada ou com menor concentração
Pequenos movimentos do bebê

O que acontece com o bebê
Fios de cabelo começam a aparecer e a pele fica lisa e transparente. O bebê engole muito liquido amniótico e pode soluçar.Ele consegue perceber os sons maternos, como a voz, a respiração e o bater do coração. Até o final do 4° mês deve chegar entre 10 e 12cm.

Queixas comuns do 2° trimestre da gravidez


O enjôo passou. A barriga está aparecendo e você está começando a sentir os movimentos do bebê. Você pode durante este período apresentar algum destes sintomas: prisãode ventre, varizes, inchaço, cãimbras, isolados ou juntos.

Prisão de ventre como o intestino funciona devagar durante a gradivez, você poderá ficar alguns dias sem evacuar. A ingestão de alimentos com fibras melhora bastante o quadro.

Os principais são: feijão cozido, soja cozida, farelo de aveia, nozes, espinafre, espaguete,alface, batata doce, brócolis, mamão papaia, passas, pera e cenoura. Tome muito liquido.

A prisão de ventre pode provocar hemorróidas e, quando já existem antes da gravidez podem piorar com aumento, dor e sangramento. Caso isto aconteça procure seu médico, pois só ele pode receitar o medicamento certo para o seu problema.

Varizes caso você já tenha varizes, a gravidez pode agravá-las se ficar muito tempo em pé. Agravidez piora as já existentes ou mesmo pode provocá-las. Os sintomas variam desde uma mancha leve até a dilatação mais intensa das veias, formando um cordão duro que provoca mal-estar, dor local e inchaço. Se isso ocorrer, procure o seu médico.

Você pode tomar algumas medidas para diminuir os sintomas das varizes e impedir que elas se formem durante a gravidez:

* Não permaneça muito tempo em pé na mesma posição
* Deixe as pernas elevadas, sempre que houver oportunidade
* Use meias compressivas elasticas

Inchaço o aparecimento de inchaço é comum, principalmente nos tornozelos, devido a maior retenção de liquidos e ao próprio crescimento da barriga. Se por acaso você apresentar inchaço em outras partes do corpo e/ou estiver ganhando muito peso em pouco tempo, avise seu médico. Ele irá avaliar se o inchaço é normal ou não, medindo sua pressão arterial e realizando exames, se forem necessários.

Cãimbras são contrações intensas dos músculos, às vezes dolorosas, principalmente das pernas e pés, que podem acontecer nas gestantes. Aparecem na maioria das vezes por postura inadequada, tipo do salto do sapato em uso ou por movimentos bruscos.

Você pode toamr algumas medidas antes de procurar assistência médica para aliviar as cãimbras: massageie os pés e pernas ou peça para alguém fazê-lo. A massagem ajuda muito no alívio da dor. O calor local também ajuda, faça compressas ou coloque uma bolsa de água quente no local dolorido. Isso melhora a circulação. As cãimbras nãosãomotivo de preocupação. Normalmente diminuem ou desaparecem depois do parto.

sexta-feira, 26 de março de 2010

Preparando os seios para amamentação


Nesta fase da gravidez, 2° trimestre, você começará a preparar as mamas para amamentar seu filho. Esses cuidados devem ser exercitados diariamente e mantidos até o final da gestação. A amamentação é um ato de amor e carinho com seu filho e o leite materno é o melhor alimento para ele, devendo ser utilizado exclusivamente até o 6° mês de vida do bebê.

Como preparar o seio para amamentação?
Lave os seios apenas com água, não utilize sabonete
Friccione os mamilos com uma toalha para que eles se tornem resistentes e não "rachem" quando for amamentar
Expor os mamilos ao sol durante 5 a 15 minutos por dia, isso os tornará mais resistente
Não usarpomadas nos seios ou cremes nos mamilos. Isso afinará a pele
Fazer exercícios (pergunte ao seu médico ou enfermeiro como realizá-los) caso seus mamilos sejam invertidos (para dentro)
Outra dica importante é costurar um pedaço de jeans no sutiã que mais usa

Gestante: Cuidados com a beleza


Não é porque você está grávida que tem que relaxar no visual, né? Muito pelo contrário, agora é hora de procurar aqueles vestidos soltinhos, macacões, cuidar mais da pele e do corpo.

Na maioria das vezes, a pele da gestante fica bonita e viçosa, brilhante pela grande produção de hormônios durante a gestação. O cabelo fica sedoso e brilhante. Mesmo assim, você deve tomar alguns cuidados para que fique linda durante a gravidez e volte à forma com mais rapidez após o nascimento do bebê.

Proteja-se do sol: a sua pele pode ficar manchada com maior facilidade durante a gestação, mesmo que você seja morena deve passar protetor solar, é um cuidado necessário para evitá-las.

Estrias: mantenha a pele muito bem hidratada e procure engordar devagarzinho (ganho de peso rapidamente favorece o aparecimento de estrias). Peça ao seu médico que indique um hidratante para sua pele. Eu recomendo:Maternité(ou outro hidratante específico para gestante), oleo de amêndoa(puro ou com colágeno), hidratantes com colágeno e elastina pois auxiliam na elasticidade da pele.

Caminhadas: Faça diariamente por 20 minutos, ajuda a fortalecer os músculos evitando câimbras, sem contar que auxilia no trabalho de parto além de deixá-la mais disposta.

ATENÇÃO: Tinturas de cabelo, alisantes, relaxamentos, descoloração e permanentes são proibidos durante a gravidez. A maioria possui elementos químicos que podem prejudicar o seu bebê.

Fumo, álcool, drogas e medicamentos: saiba como eles afetam o seu bebê


Gestantes que tem alguns destes vícios sofrem muito para deixá-los de lado mas entenda porque é necessário este sacrifício para a saúde de seu bebê.

Fumo- Evite-o. Ele prejudica você e na gravidez o seu bebê também pode sofrer as consequências dos seus hábitos. Quanto mais você fumar, maior será a possibilidade do seu bebê nascer com peso abaixo do normal. Os bebês de mães fumantes geralmente são pequenos (baixo peso) e têm mais chance de apresentar doenças do que os de mães não fumantes.

Álcool- Evite bebidas alcoólicas, pois podem provocar sérios problemas ao seu filho. O uso de drogas, como o crack e cocaína, além de prejudicar a mãe traz sérios prejuízos ao bebê.

Medicamentos- Não utilize remédios que não tenham sido receitados pelo médico que acompanha seu pré-natal. Alguns medicamentos, se tomados na gravidez, podem trazer sérios problemas ao seu bebê. Quem sabe o que você deve e pode tomar é o médico. Não use chazinhos aparentemente inocentes receitados pela amiga e não compre remédios na farmácia sem receita médica.

Gravidez, mês a mês: 3° mês


Neste período é muito comum a prisão de ventre, devido aos hormônios, digestão mais lenta e pressão do útero sobre o intestino, para aliviar coma mais fibras, como verduras cruas, cereais e frutas, beba muita água e procure fazer caminhada.

Para aliviar a formação de gases, procure comer mais vezes e em pequenas quantidades. Não tenha pressa para coemr, mastigue bem os alimentos e evite engolir ar ao comer ou beber.

é comum também alteração no sono. Após as refeições sente sonolência e a noite, muitas vezes, não sente sono. Isso se deve as alterações hormonais e tendem a desaparecer após o 6° mês.

Sintomas e sensações
Você continuará sentindo cansaço, sonolência, constante vontade de urinar, azia, má digestão, desejos ou repulsa por determinados alimentos, adormecimento nos seios, prisão de ventre, dores de cabeça, aumento do apetite e instabilidade emocional.

O que acontece com o bebê
O sistema urinário e circulatório já está funcionando. Formam-se as unhas, as pálpebras e os traços do rosto estão contornadas, a cabeça já está bem demarcada.

Até o final da 11° semana surgem as terminações nervosas. Como já se formaram os músculos e articulações, o bebê consegue movimentar as mãos e os pés. O bebê pode chegar a aproximadamente 7 cm até o fim do 3° mês.

quinta-feira, 25 de março de 2010

Enjôo: o grande vilão da gravidez


Eles são um horror e não acontecem só com você. Os enjôos e náuseas atingem 90% das mulheres(em 60% dos casos, com vômitos)e costumam ser mais comuns entre a 6° e a 16° semana de gestação. Marinheiras de primeira viagem são as maiores vítimas, mas mesmo quem já teve filhos pode ser pega por este incômodo.Porém, não se desespere: além de ser absolutamente normal, mais cedo ou mais tarde vai passar.

Por quê isto ocorre?
O motivo do mal-estar é a alteração hormonal que ocorre no corpo da mulher nessa fase e também o aumento dos níveis de estrógeno e progesterona. Porém, fatores psicológicos como ansiedade podem influenciar bastante. O horário mais crítico costuma ser pela manhã, mas pode persistir pelo dia todo.


Algumas dicas de como superar esta fase de maneira menos traumática

Deixe sempre três bolachas de água e sal ao lado da cama e coma assim que acordar(a seco), ajuda a controlar o excesso de saliva. Na sequência, tome algum líquido gelado(e de preferência azedo): sucos de limão, laranja e abacaxi são bem-vindos. Isotônicos(como gatorade, Inove e água de côco) e coca-cola também são indicados porque repõem rapidamente o cloro e o potássio perdidos com os vômitos. Não escove os dentes em seguida, pois isso pode provocar nausea.Tome um banho antes.

Evite longos jejuns, nessa fase, a digestão fica mais lenta e por isso, é comum que você se sinta empanturrada mesmo com pequenas quantidades de alimento. Porém, com o estômago vazio também piora o enjôo, o segredo é comer pouco, a cada 3 horas.

Nos lanches antes do almoço e jantar, boas sugestões são sorvetes (cítricos ou não) e fatias de abacaxi com casca de limão ralado. Fazer repouso nesta fase pode ser uma ótima idéia. Se o enjôo continuar após o quarto mês, converse com seu médico.

Gravidez, mês a mês: 2° mês


Seus seios estarão se preparando para a amamentação, as glândulas mamárias se modificam, os seios crescem, a aréola escurece e aumenta de tamanho, surgem saliências ao redor e veias azuladas. É muito comum sentir vontade de urinar, isso porque o útero está aumentando e comprimindo a bexiga. Indisposições e náuseas também são comuns em uma gravidez, mas as mulheres que sofrem com isso devem saber que é apenas nos 3 primeiros meses.

Sintomas e sensações
Você continuará sentindo cansaço, sonolência, constante vontade de urinar, náuseas e excessiva salivação, azia, má digestão, desejos ou repulsa por determinados alimentos e dormência nos seios.
Prisão de ventre
Dores de cabeça, acompanhada ou não de tonturas
Percebe-se um aumento no abdômen
Medo, alegria, estado de excitação e instabilidade de humor

O que acontece com o bebê
Já é percebida a formação do cérebro, dos membros e do corpo forma-se a bolsa com liquido amniótico, que protegerá o bebê durante o tempo que permanecer no útero. Inicia-se a formação dos olhos, orelhas, nariz e boca. Começa a se formar o esqueleto, a genitália e os órgãos do aparelho digestivo, nesta fase o coração começa a bater. Até o final do 2° mês o bebê terá aproximadamente 3cm.

quarta-feira, 24 de março de 2010

Como devo proceder com relação a alimentação?


Esta é uma das maiores dúvidas das futuras mamães, o que comer e o que evitar, comer por dois é necessário? A mulher que engravida não precisa copmer por dois, como muita gente pensa, mas para dois. Ou seja, deve ingerir alimentos que supram as necessidades nutricionais de seu corpo em transformação e do corpo do bebê em formação. E isso não significa, necessariamente, aumentar a quantidade, mas melhorar a qualidade da dieta.

Assim, antes de levar qualquer alimento à boca, pense: isto é o melhor para meu bebê? E que eu daria a ele? "O que a gestante come interfere diretamente na formação dos órgãos e sistema nervoso do bebê e no seu crescimento".

O feto necessita de uma nutição equilibrada, com pequenas e diversificadas refeições a intervalos regulares. Recomenda-se à gestante um ganho de peso entre 9 e 12 quilos.

O que devo comer?
Coma feijão, vegetais verde-escuros (brócolis, couve etc)e frutas. A boa alimentação ajuda a evitar que você tenha anemia.

O leite, queijos e a manteiga ajudam a formar os ossos e os dentes do seu bebê. Procure orientação sobre o que você deve comer para seu bebê nascer saudável durante as consultas de pré-natal.

Importante: Não exagerar na quantidade, comer devagar em porções menores e mais vezes ao dia.

Riscos de uma dieta pobre em nutrientes
Comprometimento do desenvolvimento do sistema nervoso do feto
Prejuízo para o desenvolvimento do bebê, fazendo-o nascer com baixo peso
Anemia na gestante
Parto prematuro

Riscos da obesidade na gestação
Prejuízos para o pré-natal, pois a gordura dificulta a visualização do bebê no ultra-som e a audição de seus batimentos cardíacos
Desenvolvimento de hipertensão arterial
Diabetes gestacional
Trabalho de parto demorado
Bebê grande demais, o que inviabiliza o parto normal
Cicatrização mais deifícil e risco de infecção nas cesarianas, pois o corte precisa ser profundo para ultrapassar as várias camadas de gordura.

Gravidez, mês a mês: 1° mês


No 1° mês de gestação as mudanças são muito sutis, deve-se atentar ao atraso da menstruação, que é a maneira mais fácil de detectar uma gravidez.

Sintomas e Sensações

Cansaço e sonolência
Necessidade de urinar constante
Enjôo, vômitos e salivação exagerada
Dificuldade de digestação e azia
Desejo ou aversão por alguns alimentos
Irritabilidade, mudança de humor e vontade de chorar


O que acontece com o bebê


Começa o desenvolvimento da placenta e cordão umbilical. Isto permite que o embrião se ajuste à vida aquática dentro do útero até o nascimento. Já estará do tamanho de uma ervilha, e no final de um mês o bebê tem aproximadamente 5mm.

terça-feira, 23 de março de 2010

Apresentação


Olá a todos(as) que passarem por aqui este post tem como objetivo orientar e apresentar o blog, quais as intenções, enfim definir a linha a ser seguida.

Desde já deixo claro que este é um espaço dedicado a esclarecer dúvidas, dar dicas e dividir experiências a respeito da maternidade, matérias sobre gestação, primeiros passos, amamentação, alimentação. Isto sem contar as entrevistas que espero conseguir para tornar o blog mais interessante.

Todos(as) que se interessarem em fazer parte de nossa equipe é só deixar um recado que entraremos em contato, é sempre bom ter outras opiniões de um mesmo assunto.