Mensagem da mamãe

Obrigado por nos visitar e volte sempre!!!

domingo, 5 de setembro de 2010

O medo e a coragem

Não é novidade que tenho me tornado ausente deste blog, uma parte dos motivos expliquei no post anterior mas, a "novidade" veio esta semana e acabou comigo. Fiquei péssima depois do fim de semana, dor de garganta, dor de cabeça, tosse e febre...aliás, ficamos pois meu namorido também, e coitadinha da Laurinha, bodeou junto. Sabe aquela criança que parece que está sempre com uma Duracell? Então, agora imaginem essa mesma criança toda borocoxô, molinha, sem vontade de fazer gracinhas, manhosinha...



Meu coração ficou aos frangalhos quando ela teve febre, eu tudo bem, né? Mas minha filha NÃOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO. Foi inevitável, bateu um pânico, ainda bem que a dipirona resolveu tudo e ela melhorou logo mas eu...não tive a mesma sorte, como estava difícil ir no médico fui na farmácia mesmo mas recebi a triste notícia de que não poderia tomar nenhum remédio pois poderia passar para o leite e me aconselharam a encarar o hospital, digo P.S, urgente porque já estava a três dias com febre que vagava dos 37,9 aos 39,6 ...e o namorido la, tadinho passando as madrugadas em claro fazendo compressas com pano, água e álcool, dando dipirona quando aumentava muito e banho...um verdadeiro pesadelo. Tanto que a Laurinha nem queria mais mamar.

No terceiro dia, ela me levou pro P.S e passamos horas lá, devo dizer que odeio hospitais, filas, gente doente, morrendo, demora pra ser atendido etc. Mas era necessário, um mal necessário...graças à indignação do meu namorido que consegui ser atendida depois de mais de 4 horas esperando com febre alta, tremendo...eu queria apenas saber o nome de um remédio pra tomar, compraria no caminho e voltaria pra casa, pro meu bebê e pra minha cama...quase ficamos sem ter como voltar pra casa...já passava da meia-noite e não tinha taxi no ponto...terrível. Ai resolvemos sair andando nas ruas pra tentar achar um ônibus, na pressa haviamos esquecidos os celulares em casa e estava desesperada pois a Laura não toma mamadeira, e quando saimos ela estava dormindo, minha irmã ficou com ela mas não poderia fazer muita coisa.

Conseguimos pegar o ônibus, tudo saiu bem, comprei o remédio e hoje posso dizer que estou melhor, sem febre, mais disposta e apesar de tudo sinto que o medo e a coragem tinham apenas um porquê: Laura. Tive medo de deixá-la, de passar algo pra ela, de que ela não conseguisse mamar mais, de morrer...tive coragem de lutar, por ela, pra ela...minha princesinha.

Selinho
Ganhei este da Carol e gostaria de agradecer mais uma vez. A regra é, dizer o que é mágico pra mim...vamos lá:



É mágico gerar uma vida, que começa como uma idéia, depois vao crescendo, crescendo até que conseguimos sentir, e ver, claro...no ltra a gente vê "perfeitamente", é parir aquele serzinho amamentá-lo, saber que a ligação entre mãe e filho é pra sempre. É mágico ter pessoas importantes ao meu lado que me ajudam, apoiam, que mesmo quando não me entendem ou não concordam com algumas atitudes estão sempre ali, presentes pro que der e vier. E é mágico amar o próximo, ajudar os outros sempre que podemos, é tão especial fazer alguém sorrir que devíamos tentar mais vezes.

Indico o selinho para:

5 comentários:

  1. Que situação... lendo o teu relato imaginei o desespero. É incrível como temos força e nem sabemos não é mesmo? Nossos filhos nos transformam em guerreiras e isso fica mais leve com um grande companheiro ao lado.
    Parabéns pra ti e para o maridex pela boa parceiria.
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. filho doente acaba com a gente!

    bjo

    melhotas aí.

    ResponderExcluir
  3. Passando por aki...
    Muito legal seu blog!
    Naum passei por isso ainda, mais filhote doente, nimguém merece!
    melhoras pra v6...
    xerus...=)

    ResponderExcluir
  4. Melhoras e muita força
    Xô gripe e mal estar

    Bjo nas 02!
    Ana.

    ResponderExcluir
  5. Melhoras querida
    Como vao vcs?
    Bjks

    http://blogdaclauo.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Não vai sair sem dar pitaco, né?