Mensagem da mamãe

Obrigado por nos visitar e volte sempre!!!

segunda-feira, 5 de abril de 2010

Vacinação contra H1N1 é prolongada e casos de gestantes infectadas começam a aparecer


O prazo para a vacinação de gestantes contra o vírus Influenza H1N1, ou gripe suína, foi prolongado para gestantes, crianças com até 2 anos e pessoas com doenças crônicas. Se você ainda não foi a um dos postos de saúde e hospitais, corra, até o dia 23 de abril ainda poderá ser vacinado.

H1N1: Grávida morre em Manaus e 17 pessoas têm suspeita de infecção*
A Secretaria de Saúde do Amazonas espera receber nos próximos dias o resultado dos exames feitos em 17 pessoas com suspeita de terem sido infectadas com o vírus Influenza H1N1, causador da Influenza A (H1N1) – gripe suína. As amostras laboratoriais estão sendo avaliadas pelo Instituto Evandro Chagas, no Pará, que semanalmente recebe os exames e encaminha os resultados para o Amazonas.

Segundo o comitê responsável pela prevenção e pelo controle da doença no Amazonas, dos 17 pacientes com suspeita de terem contraído a gripe, alguns já tomaram o medicamento Tamiflu e estão curados. Outros ainda estão tomando a medicação e continuam em monitoramento. Nenhum dos casos é considerado grave.

Na quarta-feira a Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas confirmou a morte de uma grávida em decorrência da Influenza A (H1N1) – gripe suína. A vítima, de 32 anos, morreu na terça-feira na Maternidade Ana Braga, na zona Leste da capital amazonense. Ela estava no sétimo mês de gestação e uma cesariana possibilitou a sobrevivência do bebê. A criança foi transferida para uma maternidade particular no centro de Manaus, onde está em observação.

Até o momento o Amazonas registrou 13 casos confirmados da doença e cinco mortes. Do total de casos, 12 são de Manaus e um é proveniente do Pará.

Na segunda-feira o governador do Piauí, Wellington Dias decretou situação de emergência após a morte de duas grávidas com suspeita de influenza A (H1N1) – gripe suína – nos últimos dias 18 e 20. Este ano, o Estado já registrou 27 casos suspeitos, dois confirmados e uma morte provocada pela doença.

Três gestantes estão internadas com suspeita da doença. Nesta segunda-feira, Dias reuniu autoridades na tentativa de traçar estratégias para combater a gripe. O decreto de situação de emergência vai vigorar por três meses e garante maior facilidade, por exemplo, na compra ou no aluguel de equipamentos para Unidade de Terapia Intensiva (UTI), como respiradores.

*Fonte: Correio do Brasil (25/3/2010 10:57:39)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não vai sair sem dar pitaco, né?