Mensagem da mamãe

Obrigado por nos visitar e volte sempre!!!

terça-feira, 29 de junho de 2010

"A Espiritualidade e os bebês" : entrevista com Maria Nazareth Doria

Tema pouco discutido, polêmico e que interessa a muitas mamães e futuras mamães. A Espiritualidade e os bebês é o livro que estávamos esperando, de Maria Nazareth Doria através do espírito da Irmã Maria. O blog foi atrás de Nazareth para saber mais sobre o assunto, confira:

De onde surgiu a idéia de fazer um livro sobre espiritualidade e bebê?

Nazareth- O livro A Espiritualidade e os Bebês surgiu em um momento muito especial na minha vida, digamos assim que ele já estava escrito dentro de mim esperando o momento certo para ser apresentado como auto-ajuda às mamães. Com o nascimento do meu neto que veio ao mundo prematuramente e com algumas complicações precisando ficar internado na UTI. Neste ínterim, me envolvi com muitas mamães que buscavam conforto espiritual para enfrentar momentos tão delicados entre a alegria de ter recebido seus filhos e o medo de perdê-los.

Como é o processo de produção, já que é todo psicografado?

Nazareth- A psicografia é um processo divino, é o envolvimento com seres iluminados capacitados em transmitir conhecimentos no sentido de ajudar a humanidade a vencer os obstáculos que eles já conseguiram vencer.

Em média quanto tempo dura este processo, até que esteja pronto?

Nazareth- O tempo espiritual é tão diferente do nosso... Há trabalhos que conseguimos transcrever em algumas horas, outros em etapas, não somos nós que decidimos quando vamos escrever e sim eles. Este livro, por exemplo, foi escrito em três etapas, ou seja: três sessões com duração em média de duas horas.

O tema espiritualidade é bastante complexo, ainda mais quando envolvemos bebês, nascimento, renascimento, vida...o livro tem todo um cuidado para tratar do assunto, e o faz de maneira única e linda. Pena que existem poucos livros sobre o assunto, a que você atribui este vazio nesta area?

Nazareth- A autora do livro que é uma Preta Velha a irmã Maria, ela nos disse que se este livro tivesse chegasse às nossas mãos há 30 anos não seria compreendido como nos dias de hoje, o preconceito com as literaturas espíritas teria impedido que o livro fosse aberto sem censuras. E que aos poucos surgirão muitos livros com mensagens que serão aceitas e lidas por todas as pessoas independente de sua religião, os mensageiros de luz afirmam que eles não seguem nenhuma religião e sim, as leis de Deus que é o amor universal.


Você trabalhou já com crianças, isso influenciou de alguma forma no livro?

Nazareth- Dirijo os trabalhos espirituais de um Templo há 25 anos, sempre trabalhei na formação das crianças, filhos dos trabalhadores e freqüentadores, hoje conto com o trabalho de muitos jovens que tive a felicidade de ajudá-los a encontrar os caminhos da retidão, todos eles estudam, fazem faculdade, outros já se formaram e animam os mais novos a seguirem o bom exemplo.

Queria pedir para você dar sua visão sobre o tema do livro, já que ao falar sobre bebês consegue atingir um público mais amplo(fugindo um pouco do espiritismo e atingindo mamães curiosas)

Nazareth- Como já falei, volto a lembrar: este livro chegou no tempo certo, graças a Deus que neste novo milênio os filhos de um só Pai que é Deus se reconhecem como irmãos e aceitam o que é verdadeiro, independente de religiões.

Antes de encerrarmos, gostaria de parabenizá-la pelo livro "A Espiritualidade e os bebês" e pedir que deixe uma mensagem para todas as mamães e futuras mamães que acompanham o blog

Nazareth- A oportunidade de ser mãe, espiritualmente é como se ganhar o maior prêmio já oferecido no planeta. Peguem este prêmio e faça dele a maior fortuna que o céu pode ganhar. Tudo que você renunciar pelo bem do seu filho é bônus acumulados no céu. Prepara o teu filho para viver no mundo sem se perder pelas estradas das ilusões passageiras.
Antes que o seu filho deixe este abrigo tão seguro que é o teu ventre lhe mostre o único caminho que ele pode seguir sem medo toda sua trajetória estando ou não perto de você, este caminho é: DEUS.

Nota da entrevistada: A autora deste livro é a irmã Maria, eu sou apenas sua escrevente e me orgulho muito de poder servir a todos os seres de luz que me confiam trabalhos dignos e verdadeiros em todos os livros editados e publicados com seriedade e respeito pela humanidade.

4 comentários:

  1. Olá! Só não sei o seu nome ainda!
    Então estarei te seguindo e acompanhando as "nossas aventuras" de mamaes de 1ªssíma viagem!!!
    Bjokas e te espero sempro lá no Viajar é tudibom!

    Ana.
    www.anaeguto.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Obrigado, pelas visitas e comentários.

    Espero que possamos nos tornar mais próximas^^

    Ainda sou uma mãe de primeira viagem, cheia de coisas p/ aprender e compartilhar.

    ResponderExcluir
  3. Oi querida, tudo bem? obrigada pela sua visita no meu blog e obrigada pelo comentário.
    Tambem sou mae de 1ª viagem cheia de questionamentos.
    Adorei seu post. vou voltar com calma para ler o restante.
    beijos e volte sempre.

    ResponderExcluir

Não vai sair sem dar pitaco, né?